Skip navigation

O que é a Geologia? (powerpoint)

Fundamentos de Sismologia (pdf)

A Terra é constituida por descontinuidades que separam materiais de composição e caracteristicas diferentes.

Elas são quatro:

  • Descontinuidade de Conrad
  • Descontinuidade de Mohorovičić ou Descontinuidade de Moho, ou ainda Descontinuidade M
  • Descontinuidade de Gutenberg ou Descontinuidade de Wiechert-Gutenberg
  • Descontinuidade de Lehmann

Descontinuidade de Moho:

Como o próprio nome indica, esta fronteira é descontínua, variando em espessura e distância da superfície. Esta distância varia de entre 5 km a 10 km no fundo dos oceanos a cerca de 35-40 km abaixo dos continentes, podendo atingir 60 km sob as cordilheiras e montanhas mais elevadas. Já a espessura varia de 0,1 km até alguns quilômetros. Esta descontinuidade separa a crosta do manto.

O nome foi dado em homenagem a Andrija Mohorovičić (1857-1936), o geofísico, seu descobridor.

O estudo extensivo da descontinuidade iniciou durante o Ano Geofísico Internacional (AGI), na década de 1950.

As ondas sísmicas sofrem uma variação de velocidade brusca ao atravessarem o Moho.

Descontinuidade de Gutenberg:

A Descontinuidade de Gutenberg (ou Descontinuidade de Wiechert-Gutenberg) é uma das camadas da Terra, separando o manto do núcleo.

Esta camada separa o manto inferior do núcleo externo, a cerca de 2883 Km de profundidade. A partir deste limite as ondas S deixam de se propagar, pois o núcleo externo é líquido e as ondas P diminuem a sua velocidade.
Seu nome homenageia o sismólogo alemão, Beno Gutenberg.

Descontinuidade de Lehmann:

A Descontinuidade de Lehmann é a fronteira entre o núcleo externo (líquido) e o núcleo interno (sólido).

Foi nomeada em honra da sismóloga dinamarquesa Inge Lehmann que reparou que ondas-P, que deveriam ter sido totalmente reflectidas pelo núcleo, eram registadas em sismogramas na zona de sombra P (zona em que as ondas P não se propagam).

Ela concluiu que estas ondas haviam sido reflectidas por uma descontinuidade física, significando que, por baixo do núcleo líquido (já descoberto) existiria um núcleo interno sólido.

A hipótese de Lehmann foi confirmada em 1970 por novos dados sismológicos.

Fontes:

  • Amparo Dias da Silva, Almira Fernandes Mesquita, Fernanda Gramaxo, Maria Ermelinda Santos,Ludovina Baldaia e José Mário Félix, Terra, Universo de Vida – Biologia e Geologia – 10.º ou 11.º (Ano 1),Porto Editora, 2007, 192 páginas, ISBN: 978-972-0-42170-8

One Comment

  1. o ano da morte de Andrija é 1936 !


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: